Mostrar Dados
A Nona de Mahler
A Nona de Mahler
Aumentar
  • Sinfónica
  • M/6
  • “Docemente cantado, com raiva, apaixonadamente, sombrio, agitado, potente, com a máxima violência, como uma procissão pesarosa, levitando, hesitando, morrendo.” A Nona Sinfonia de Mahler está impregnada de indicações expressivas do foro emocional, revelando uma complexa interioridade e uma grande intensidade expressiva. Ao segundo andamento, constituído por três maravilhosas danças de sabor popular, Mahler chegou a chamar “minueto infinito”, parecendo ter descoberto o segredo de uma música sem fim, que poderia manter para sempre o maravilhamento do ouvinte. O último andamento é um adagio que muitos autores apelidaram de diálogo com a morte. O facto de o compositor ter falecido antes da estreia acentuou a ideia de esta ser uma sinfonia de despedida. Monumento genial de orquestração, com um poder de contágio emocional incomparável, a Nona Sinfonia é uma das mais notáveis criações da História da Música.

     

    Orquestra Sinfónica Do Porto Casa Da Música

    Eliahu Inbal direcção musical

    Gustav Mahler Sinfonia nº 9

     

    Classificação etária: Maiores de 6 anos

    Mecenas Orquestra Sinfónica Casa da Música

    Sonae 


    Carrinho de Compras Pessoal

    Editar